Censurado pela Lei, ator deixa de atuar em Musical de Falabella

Censurado pela Lei, ator deixa de atuar em Musical de Falabella

399
0
COMPARTILHAR

Depois de muita luta, torcidas e uma legião de pessoas envolvidas, na tarde de ontem (13), Matheus Braga não foi autorizado a fazer o espetáculo MEMÓRIAS DE UM GIGOLÔ” sob direção de Miguel Falabella.
Matheus Braga com 13 anos de histórias, de vivências, de aprendizado e de motivos para festejar. Sempre sorridente, nunca esquecendo de ser feliz em fazer o que gosta. No seu ito de criança, assume com responsabilidade e comprometimento tudo o que precisa fazer para crescer e ser um indivíduo que brilhará mais e mais a cada dia, fazendo a diferença na vida de muitos. Sempre rodeado de pessoas que o ama e que o protege, faz com tranquilidade e leveza seus compromissos. Não abre mão dos estudos, esporte, diversão e de atuar, dançar e cantar, de estar nos palcos. Segue o caminho do futuro promissor, da arte, da cultura de qualidade. Em suas atividades nestes 10 anos de aprendizado nos mais de 400 filmes publicitários, locuções, longa-metragem, dança, atuações, aprendeu com muitas pessoas importantes no meio artístico, dentre eles em 2014 com a talentosíssima atriz e diretora Regina Duarte, e atualmente com excelente e experiente ator e diretor Miguel Falabella, onde dedicou-se mesmo de longe à personagem Mariano jovem em “Memórias de um Gigolô” seria mais uma das personagens de sua carreira com uma beleza poética incrível, impossível não se apaixonar pelas artimanhas e astúcia de Mariano. Já interpretou, como o jovem Simba em “O rei leão”, também já passou nos tempos de guerras no Vietnã em ” Miss Saigon”, no reinado de Sião em o “Rei e Eu”, no lamento Argentino com a perda de Evita Perón em “Evita”, pela pequena aldeia Russa Anatevka em “Um violinista no Telhado”, todos da Broadway.
Todas essas personagens, promoveu ao público viver sonhos, encantar e se emocionar com a voz nas canções, nos giros e pulos ao dançar e nos impecáveis textos em sua interpretação. Já teve oportunidade de encantar o Brasil, cantando com várias personalidades da MPB como o cantor sertanejo Daniel, sendo eternizado em seu DVD de 30 anos de carreira. Quantas pessoas direta ou indiretamente ajudou, encantou, fez dançar ou cantar??
Depois de tudo isso, de forma INJUSTA e ARBITRÁRIA, manteve-se a proibição, recusando o alvará de participação no musical “Memórias de um Gigolô”, alegando suposições, FALSO MORALISMO!!!!!! Tantas crianças que não tem a oportunidade de estar em um ambiente saudável e enriquecedor??. Os poucos que tem, serem proibidos?????

“Que País é esse ???”
Estamos num momento democrático perigoso. Retrocesso esta proibição.

Decepção e Vergonha!!!! Este é o meu sentimento neste momento àqueles que deveriam nos representar.

Vejam o vídeo do pronunciamento de Miguel Falabella sobre a proibição do Juiz

SEM COMENTÁRIOS

Comments are closed.