É PECADO ANDAR ARMADO?

É PECADO ANDAR ARMADO?

44
0
COMPARTILHAR

Não faz muito tempo, tínhamos nas bancas jornais especializados em crimes e violências. Esses veículos não existem mais, mas isso não quer dizer que a violência acabou. Ao contrário, os números mostram que ninguém está livre do perigo. E que as mortes por armas de fogo aumentaram muito no Brasil, nos últimos tempos, ultrapassando os 60 mil homicídios por ano.

O Brasil é hoje um dos países onde mais se mata no mundo. Daí, muitos religiosos passarem a questionar a Bíblia e os conceitos da sociedade sobre o desarmamento. E aparece cada vez mais a pergunta: É pecado andar armado?

O objetivo aqui não é discutir a Bíblia. Mas, diante de tanta violência, alguns cristãos se perguntam hoje sobre qual a melhor maneira de reagir à agressão física. Como ficaria hoje a palavra de Jesus, ao afirmar: “se alguém o ferir na face direita, ofereça o outro lado”.

Ou seja, qual seria sua reação diante de um estuprador, ou diante da ameaça de um ladrão surpreendido com uma faca na sala de sua casa? Você ofereceria o perdão, ou defenderia sua família? Conceder a graça não seria um ato extremamente ingênuo? Ninguem o acusaria de covarde, ou de ter desvalorizado a própria vida?

Para os mais conservadores, com certeza, valeriam conceitos adotados hoje nos Estados Unidos, de que existe uma correlação positiva entre mais armas e menos crimes. E, pra muitos religiosos, a questão das armas de fogo, hoje, não é mais uma questão teológica, mas uma questão de sobrevivência civil, cabendo à sociedade julgar se deve ou não ter o direito de portar armas.

Com os números da violência cada vez mais assustadores, o Brasil alterou bastante a legislação a respeito. E, agora, qualquer cidadão pode sim ter uma arma, desde que obedeça ao que manda o direito. Por isso, não se esqueça: cuide do espírito, mas preserve-se, e consulte um especialista antes de se equipar      (11. 2185-9777). As Escrituras não proíbem a autoproteção.

SEM COMENTÁRIOS

Comments are closed.