BOLSA DE MULHER por Mário Rubial

0
439

Nove horas da manhã, toca a campainha do apartamento.

Fiquei surpreso. Nessa altura da vida, poucas pessoas me procuram.

Meu vizinho precisando de ajuda? Pouco provável, pois até um simples bom dia é raro. Mesmo assim procurei pelo olho mágico da porta social. Nada.

Fui para a porta dos fundos. Novamente pelo olho mágico vejo a figura impressionante de um metro e meio da nossa assessora para assuntos domésticos: Fátima!

Abro e pergunto:

– Que houve, esqueceu a chave?

Responde Fatiminha, que está conosco há mais de 20 anos.

– Não, “seu” Marinho. Ela está na minha bolsa. Mas não consigo achar.

Problema resolvido, muita risada e volto para o meu trabalho no velho notebook.

Imediatamente lembrei que, faz algum tempo, planejava escrever sobre o tema pois, há muitos anos, acompanho a batalha entre mulheres e suas bolsas.

Sei que vou levar porrada da ala feminina mas, como se diz, até um pé na bunda te empurra pra frente!

Quem já não esteve atrás de uma mulher numa fila para pagamento? Seja num supermercado, padaria, farmácia etc.

Começa o drama quando ela abre a bolsa principal para encontrar o dinheiro. Sim, é aquela bem grande onde cabem uma blusa, todas as embalagens de maquiagem, lenços de papel, chaves de tudo quanto é porta, tesouras, alicate e lixa de unha, celular, TODOS os documentos, santinhos, pastilhas para refrescar o hálito, calendário do ano corrente e todos dos anos anteriores etc., etc., etc.

Após uns dez minutos ela ainda encontra não o dinheiro, mas sim, uma segunda bolsa. E começa a nova operação: vasculha aqui e ali a procura do dinheiro. Claro, ele está todo jogado e misturado sendo necessário alguns minutos para contar as cédulas.

Terminou aí? NÃO!

Começa uma nova etapa: numa terceira bolsa, a busca das moedinhas para facilitar o troco. Mais uma longa espera. A essa altura, a fila que começou com 3 pessoas, está com 15. Todas bufando e batendo o pé. Mas nossa heroína nem se abala. Fecha as bolsas, pega o seu pacote e vai embora. Deixando em seu lugar, mais umas 5 mulheres que farão o mesmo procedimento!

Mulheres! Mas quem consegue viver sem elas?

EU NÃO CONSIGO!

FRASE DE BOTECO

Quanto mais conheço os homens, mais gosto das mulheres.

Apparício Torelly

O Barão de Itararé

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

11 − quatro =