Gente Que Fala – 26.06.2019

0
103

O Programa Gente Que Fala dessa quarta-feira teve a participação dos convidados:

O urologista Syuichi Fujisaki, especialista em andrologia e geriatria;

A palestrante e coach Rebeca Toyama, especialista em psicologia transpessoal;

A médica-veterinária Maria Cristina Timponi, presidente da Comissão de Entidades Veterinárias do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP) e

A ginecologista e obstetra Patrícia Gonçalves, professora da Faculdade de Medicina da USP e do Centro Universitário S. Camilo.

Com a pauta apresentada pelo jornalista Mauro Frysman, conversaram sobre os assuntos seguintes:

Menopausa tem efeitos diferentes em cada mulher – A Dra. Patrícia Gonçalves fala sobre a perda da capacidade reprodutiva nas mulheres é uma questão na qual o peso cultural costuma ter grande influência, além de ser acompanhada por uma série de sintomas físicos ou emocionais;

Disfunção erétil pode ser tratada com medicamentos – O problema pode ser tratado com medicamentos, mas alguns casos exigem a implantação de próteses penianas;

Síndrome de Burnout: já está na hora de buscar ajuda? – A Organização Mundial da Saúde classifica a síndrome de burnout como um tipo de esgotamento físico e mental associado à atividade profissional. Pensando no aumento do número de casos da síndrome no Brasil, a especialista Rebeca Toyama desenvolveu um teste com a finalidade de identificar se está na hora de buscar apoio clínico para lidar com a síndrome;

Doenças oftalmológicas são comuns também nos animais – Glaucoma e catarata em pequenos animais são bastante comuns e muitas vezes são diagnosticadas tardiamente. Assim como os humanos, os animais também precisam ser submetidos a consultas , já que a demora pode levar os pets a quadros de cegueira parcial ou total;

Vereador propõe internação psiquiátrica para grávidas com ‘propensão’ ao aborto ilegal – Um Projeto de Lei apresentado pelo vereador Fernando Holiday permite a internação psiquiátrica de mulheres grávidas caso seja constatado, durante atendimento médico, que a paciente tem “propensão ao abortamento ilegal”; além disso, o PL 352/2019 também dificulta, de várias formas, a realização do aborto legal – permitido no Brasil somente nos casos em que houve violência sexual, o feto não tem cérebro ou há risco para a vida da mulher;

Envelhecimento entra na pauta do G20 – Em reunião realizada no Japão, foi identificado que o envelhecimento é um misto de riscos e oportunidades, sugerindo que mais idosos sejam incluídos na força de trabalho e recomenda que os governos promovam “indústrias favoráveis aos idosos”.

Perdeu o programa de hoje? Assista agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

2 + 14 =