Gente Que Fala – 01.07.2019

0
112

O Programa Gente Que Fala dessa segunda-feira teve a participação dos convidados:

O advogado, psicólogo e coronel da reserva da Polícia Militar e sempre deputado Edson Ferrarini, o Coronel Ferrarini;

O advogado Arthur Rollo, especialista em Direito do Consumidor;

O advogado Sérgio Emílio Jafet, especialista em Direito Imobiliário e

O administrador e professor Lívio Giosa, vice-presidente da ADVB, presidente do Centro Nacional de Modernização (CENAM) e da Associação Paulista Viva.

Abordaram os seguintes assuntos que constavam na pauta do jornalista Mauro Frysman:

Bolsonaro completa 6 meses de governo – Entre avanços – como o recente acordo Mercosul-União Europeia, e dificuldades – como a desconfiança contra o ministro Sérgio Moro, o governo segue apostando todas as fichas na Reforma da Previdência, enquanto o país segue dividido entre os que o defendem de tudo e os que criticam por tudo;

O que muda com a nova política nacional de drogas? – A nova política nacional de drogas entra em vigor e traz duas orientações que alteram de forma radical as metodologias até então seguidas nessa área, como a internação involuntária no sistema de assistência à dependência química;

Cadastro Positivo promete limpar nomes, mas deve expor dados – Começa a valer nesse mês de julho o Cadastro Positivo, que não precisa de autorização dos consumidores para seus nomes nas listas de adimplentes; com isso, as instituições financeiras terão acesso automático aos históricos de todas as pessoas para lhes atribuir pontuações;

Condomínios tentam proibir alugueis por aplicativos – A alegação é sobre questões de segurança,barulho e desrespeito às normas do prédio, mas a lei é controversa e não há uma decisão única sobre a questão, tornando o desfecho dependente de cada juiz;

Lívio Giosa é o novo presidente da Associação Paulista Viva – A meta do novo presidente é incentivar ações de relevância social, a cultura e a arte em todas as suas manifestações, contribuindo para a conservação e o enriquecimento do patrimônio histórico e cultural da região e da cidade;

Plano Diretor completa 5 anos – Plano Diretor Estratégico de São Paulo tem resultados ainda pouco visíveis, mas que já se fazem notar em algumas regiões; seus principais autores afirmam que o PDE quer corrigir erros cometidos ao longo do século XX, devolvendo o espaço público ao cidadão, privilegiando imóveis sem garagens nos principais corredores e incentivando as moradias em áreas centrais, perto dos empregos.

Perdeu o programa de hoje? Assista agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

dois × 4 =