Gente Que Fala – 13.11.2019

0
54

O Programa Gente Que Fala dessa quarta-feira tratou do tema de SAÚDE, e contou com a participação dos convidados:

O urologista Alexandre Crippa Sant’Anna, coordenador da cadeira de Urologia da UniNove e diretor do Hospital do Servidor Público, da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo;

A ginecologista e obstetra Albertina Duarte Takiuti, coordenadora do Programa Saúde do Adolescente e coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres do Estado de São Paulo;

A médica psiquiatra Sônia Palma, da Associação Brasileira do Déficit de Atenção e da Associação Brasileira dos Familiares Amigos e Portadores de Transtornos Afetivos e

O pneumologista Mauro Gomes, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa e diretor da Comissão de Infecções Respiratórias da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia.

Com a pauta apresentada pelo jornalista Mauro Frysman, conversaram sobre os seguintes assuntos:

Novembro Azul luta para quebrar preconceitos – Campanha busca conscientizar a respeito das doenças masculinas, enfatizando a prevenção ao câncer de próstata segunda maior causa de mortes por doenças nos homens;

“A cada 19 minutos nasce o produto de um estupro no País” – Em um evento recente, a ginecologista Albertina Duarte declarou: “Vivemos um momento assustador de retrocesso. Eu me sinto em 1975, quando se celebrou o primeiro Dia Internacional da Mulher. Mas era uma época difícil, de construção. Agora, é de desconstrução, desmoronamento”;

Cansaço e falta de ar podem ser sintomas de doenças respiratórias – A Fibrose Pulmonar Idiopática, doença rara que provoca o enrijecimento progressivo dos pulmões, tornando-os mais duros e menos elásticos, problema causado pela formação de cicatrizes;

É preciso falar sobre depressão e suicídio – Nos últimos 10 anos, o país registrou aumento de 10% nos casos de suicídio de crianças e adolescentes, segundo dados o Mapa da Violência. Embora os números assustem, eles indicam uma mudança na cultura do silenciamento, tanto no registro das causas da morte pelos médicos quanto na presença do tema nas conversas de família, como analisa a Dra. Sônia Palma.

Perdeu o programa de hoje? Assista agora!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

dezessete − 6 =