CUIDADO COM A CONJUNTIVE!

0
80

Oftalmologista Keila Monteiro de Carvalho fala sobre as causas, tipos e tratamentos da conjuntivite

Vermelhidão, olhos irritados, coceira. Estes são alguns sintomas que podem indicar a presença da conjuntivite, mal contagioso que se não tratado pode causar danos aos olhos. A seguir a Profa.Dra.Keila Monteiro de Carvalho, médica oftalmologista, Professora Titular de Oftalmologia da UNICAMP fala sobre suas causas, tipos e tratamentos.

– O que é conjuntivite?

Resposta: Conjuntivite é qualquer tipo de afecção da conjuntiva, que é o “branco dos olhos”.

– Quais são as causas? Por que ela ocorre?

Resposta: As causas podem ser infecções bacterianas (com secreção amarelada intensa), virais (secreção apenas mucosa e clara), por fungos, microbactérias, protozoários, etc. Muitos tipos de micro-organismos podem ocasionar infecção das conjuntivas. Além disso temos as conjuntivites tipo Alérgicas.

– Quais são os sintomas? Há algum sintoma específico de cada tipo de conjuntivite? Como é o contágio?

Resposta: os sintomas são basicamente olhos vermelhos, lacrimejantes, fotofobia (aversão à luz). Conforme o tipo de conjuntivite existe variações de sintomas como:

·         Se for de causa infecciosa bacteriana haverá secreção amarelada (ou branco-amarelada) além dos olhos vermelhos e lacrimejantes. Este tipo é contagioso enquanto tiver secreção.

·         Se for de causa alérgica haverá inchaço acentuado da conjuntiva, coceira, sensação de cisco e fotofobia. Se não houver infecção secundária com secreção as conjuntivites alérgicas não são contagiosas.

·         Se for de causa viral inicialmente os sintomas são leves e depois de alguns dias piora. As conjuntivites virais seguem o curso natural da doença e os colírios ajudam a eliminar as consequências das infecções secundárias e aliviar os sintomas. Por isso que muitas vezes o paciente acha que o colírio que piorou ou que o médico não soube prescrever! Este tipo de conjuntivite são aquelas sazonais que ocorrem em surtos na população e são muito contagiosas.

– Quantas vezes é possível contrair conjuntivite?  

Resposta: As conjuntivites virais que ocorrem de forma endêmica na população, em surtos, são ocasionadas por diferentes cepas de vírus, então cada ano poderá haver um subtipo diferente de vírus e se a pessoa for exposta poderia adquirir novamente a doença.

– Todos os tipos de conjuntivites têm tratamento? Existe algum tipo mais perigoso?

Resposta: As conjuntivites agudas sempre são tratáveis e curáveis. Inicialmente usa-se apenas lubrificantes oculares. No caso de infecções bacterianas poderá ser colhido material para exame microscópico e cultura e antibiograma para se determinar o antibiótico exato a ser usado. Mas no caso de conjuntivites crônicas, geralmente há alguma doença sistêmica associada como doenças reumáticas, síndrome de olho seco, doenças alérgicas e com alterações do sistema imunitário. Essas são as mais graves pois podem deixar sequelas como opacificações da córnea com diminuição da visão.

– Como podemos prevenir? Quais são as recomendações dos médicos?

Resposta: A prevenção das infecções são os hábitos de higiene como lavagem frequente das mãos e evitar sempre coçar os olhos para não propiciar traumas. Outra recomendação é ter a refração sempre em dia pois as pessoas que precisam de óculos e não usam ou estão fracos (principalmente astigmatismos e hipermetropias) ficam com os olhos congestos e isso facilita infecções como as conjuntivites.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

11 − 10 =