ALUCINAÇÕES DA QUARENTENA: URUBRUNO E URUPEIA Por Mário Rubial

0
318

O problema do isolamento social na atual pandemia, é que as atividades diminuem drasticamente. Fica-se limitado a poucas ações, todas dentro de casa.

É o que acontece comigo. No meu caso, a rotina começa com a caminhada diária dentro do condomínio, algumas ações no notebook e, antes do almoço, pausa para o aperitivo no terraço do apartamento. E lá se vão quatro meses fazendo a mesma coisa.

Em crônica anterior comentei que a assiduidade no terraço levou-me a decorar todas as paisagens, chegando ao absurdo de quantificar o número de árvores visualizadas, decolagem e aterrissagem de aviões em Congonhas e, não menos importantes, os urubus que sobrevoam a área em frente, por volta do meio-dia.

Parece uma coisa de doido, só explicada pela cansativa rotina.

Havia dito, na mencionada crônica, que eram dois casais de urubus, embora não tenha conseguido visualizar o sexo deles. Mas como os pássaros costumam voar em casais, pode ser verdade.

De um mês para cá, só vejo um casal. Creio que houve uma briga, sabem como é: de repente um urubu quis cantar a urubua do parceiro e deu-se o rompimento de relações. Acontece até com humanos!

Mas o casal que permaneceu nos voos do meio-dia continua assíduo e pontual.

Certo dia me surpreendo imaginando como seriam os nomes dos urubus. Eles, que são independentes e não se misturam com outras aves. E preservam as raízes de seus nomes.

Meus urubus, por exemplo, chamam-se respectivamente: URUBRUNO E URUPEIA.

Pesquisei com meu amigo tucano, que vez por outra aparece no condomínio, qual a origem do nome da urubua.

Explica Wanderley, o tucano.

– É porque ela veio fugida do leste europeu que estava em guerra, e aqui chegando, ganhou o nome de URUPEIA, em homenagem à sua origem.

E são metidos! Em frente ao meu modesto prédio, existem três de alto luxo, com os terraços escancarados para a Hípica de Santo Amaro, onde o verde está preservado por toda a existência.

E é lá que URUBRUNO E URUPEIA fazem a digestão do almoço.

FRASE DE BOTECO

Eu gosto do impossível. Lá, a concorrência é menor.

Walt Disney

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

11 + 8 =