PARA PESSOAS MUITO ESPECIAIS COMO VOCÊ por José Roberto Faria Lima

0
81

Pediram para republicar esse lampejo

Atendo, esperando que possa inspirar a todos aqueles empenhados em construir um iluminado amanhã para essa gente incrível da nossa Pindorama…

Além da pandemia
Mandando para o ostracismo Curupira
Acordando para a vida

Considerações iniciais

Os anjos, arcanjos e querubins não conseguem sentir na mesma intensidade os momentos e desafios que nós humanos nos defrontamos durante nossa experiência no planetinha azul.
Aquele misterioso clarão entre duas noites longas e escuras.
A finitude provoca essa distinção.
Essa pandemia sem fim, eliminou o tempo e nos elevou ao patamar dos seres divinos.
O ontem e o amanhã concentrados no presente.
E que presente !
Arrebatado pela imaginação somos levados a um lindo recanto onde os vagalumes não param de piscar reproduzindo de forma poética a imagem do ciclo da vida.
Lampejos que carregaremos pela eternidade.
Lembranças do aprendizado que aprimorou nossas virtudes, fez desaparecer nossos vícios na busca incessante pela perfeição, condição para ganharmos a eternidade.

O momento de transpor o Portal
O fim da crisálida l

Estamos em pleno processo de metamorfose para um novo ciclo, um novo homem, um novo cenário, um novo amanhã .
Um novo odre é necessário para armazenar a vida.
Gaia enviou recados.
Chegou a seu limite, pede socorro. Sua própria vida está em jogo.
Todas mensagens foram solenemente desprezadas e ignoradas .
Evitar ser sugada e jogada em Tártaro para onde caminhava
era imperativo.
Não tendo outra alternativa, reagiu, seguindo as regras definidas pela suprema inteligência.
Não aceitando mergulhar nas trevas e ser aprisionada no vazio decidiu utilizar sua imensa força criadora para iluminar Nix e ofertar um novo patamar de consciência.
Consolidar a inteligência emocional e semear inteligência cósmica .
Um novo ciclo, uma nova vida .
Essa pandemia surge antes do mito, da lenda urbana ou universal.
Antes de qualquer explicação.
Alertando e evidenciando o castigo caso continuássemos a reagir da mesma maneira
Que saibamos estabelecer prioridades e organizemos nossos hábitos e ações.
Ops !!!!
O que aconteceu ?
Quebrou o vídeo game imaginário ?
Parou porque ?
Por que parou ?
Nada disso, tudo continua igual.
Sono matinal, siesta à tarde e insônia noturna.
Estranhas forças me levam em viagens inesperadas a lugares e tempos onde alguma lembrança me aguarda para revivê-la.
São nítidos lampejos de pedaços de minha vida.
Muitos mesmos
Estive frente a frente com Deputado Flávio
Marcilio.
Conversamos bastante como nos velhos tempos
Conclaves memoráveis que montei na Câmara a seu pedido
Temas como a Nova Ordem Mundial.
Nossa viajei para 1973.
Vejo Flávio presidindo o
Conclave e me vi a seu lado coordenando a reunião repleta de técnicos, vislumbrei muitos parlamentares atentos às discussões e intrigados pelo tema desenrolado num teatro mundial.
Confronto de ideias que enriqueceram o debate na Casa.
Um piauiense nascido em Picos mas que adotou a naturalidade cearence .
Um cabra macho arretado.
Experiente parlamentar e destacado Presidente duas vezes da Câmara dos Deputados
Sempre deixando seus rastros por onde passava.
Conhecia o mundo.
Flávio foi do PTB, passou pela ARENA e finalizou sua vida partidária no PDS.
Numa das eleições por apenas um voto deixou de ser eleito.
Conhecia, pois o valor de um voto.
Sei que falei com deputado Mario Teles.
Tracamos reminiscências sobre o Ipiranga.
Sei que estive com o Aureliano Chaves.
Estava alegre por saber que estava comprando uma caaa em Monte Verde.
Sinto que falei até com o Montoro que me pediu meus estudos e trabalhos sobre o”esquecimento digital”.
Estava preparando algo sobre “habeas data”.
Prometi lhe encaminhar tudo que tinha sobre o tema. E me lembro tê-lo feito.
Repentinamente , entretanto voltei ao mundo real sem recordações claras como das outras vezes.
Tudo meio pálido, desbotado.
Achei estranho.
Os impactos que vivenciava no mundo real estavam sendo devastadores.
O vírus amarelo atacara minha família impiedosamente.
A realidade suplantava a imaginação.
Ganhava de goleada.
7×1….
Tudo ao mesmo tempo e sem aparente lógica.
Medicina baseada em evidências . Difícil entender !
Sintomas semelhante atingiram meus filhos e netos e os resultados dos testes esdrúxulos. Alguns com resultado positivo e outros não .
Mas todas as pessoas que mais amo estavam confinadas em casa ou hospitais.
Não sei como tenho conseguido suportar e superar a impotência que me assola.
Só me resta confiar e entregar nas mãos do Ctiador nossos destinos.
Ele sabe o que deve fazer.
Refletindo percebo que ainda estamos longe de um desfecho final.
Muita coisa ainda por acontecer..
Muitos desafios a vencer.
O crepúsculo será sofrido e lento.
O que aprendemos ?
Que a pandemia é verdadeira, mata enfim assustadora, gigantesca mas existe algo muito maior, colossal além dela .
Uma mortal disputa no plano global pelo Poder.
Forças poderosas de diversas naturezas, econômicas, financeiras, inclusive politico- religiosas se engalfinham com esse “desideratum”,implantar uma nova Ordem Mundial.
Que o medo, oposto do amor, fruto do desconhecimento é o fator que alimenta e infla a pandemia.
Que a grande maioria tem tanto medo de morrer que se esquece de viver.
Que os mundos, real e imaginário, se interagem intensamente.
Que o que acontece num universo afeta todos os universos existentes até mesmo aqueles que nem sabemos existir,
Percebemos a complexidade e a sofisticação da vida.
Percebemos o valor da vida.
Percebemos sermos uma pequenina casca de nós, ao sabor das tormentas , mal conseguindo flutuar mas consciente de tudo que existe e que acontece a nossa volta, no nosso entorno.
Que milagres existem e quanto mistério ainda temos para ser percebido, decifrado e aperfeiçoado.
Ao mexer um fio de cabelo afetamos cada canto do espaço e da eternidade.
Sentimos a adversidade e a diversidade.
Sentimos o imenso poder que carregamos.
Percebemos que temos influência sobre a existência.
Temos o poder de moldar e destruir.
Enfim somos o nada e o tudo

Faria Lima
Lampejos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

1 × um =