EU, 14 ANOS, FUGINDO DA POLÍCIA por Mário Rubial

0
31

Isso mesmo! Eu, atualmente com 78 anos, fugia da polícia quando tinha 13, 14 anos por causa de futebol…inocentemente jogado na rua! Era o tempo em que falávamos Rádio Patrulha, um fusquinha xexelento, mas que nos atemorizava. Isso tudo no bairro da Bela Vista, mais especificamente, nas imediações das ruas Augusta, Frei Caneca, Peixoto Gomide, Paim, Herculano de Freitas. E que tinha como ponto de encontro o adro da Igreja do Divino Espírito Santo onde me casei e assisti a intermináveis missas aos domingos, comandadas pelo Padre Danilo – baita amigo – e o Monsenhor Paulo, grandão, severo e que chamava a polícia quando nós, ingênuas crianças, jogávamos futebol no próprio adro. Inclusive durante os casamentos realizados nas sextas e sábados, só parando para a entrada dos noivos!

Bem, fiz essa longa introdução para comparar com a conduta das crianças de hoje. Não é incomum noticiarem que uma criança de 10 anos transportava drogas ou, com 12/13 anos, armado,  sequestrou alguém mantendo em cativeiro até raspar todo o dinheiro do banco ou fazendo coisa pior, matando o refém!

Lembro de dois ladrões famosos na época: Sete Dedos e Gino Meneghetti. Ladrões que, se existissem hoje, receberiam medalha de honra ao mérito, tal a distância que existe entre os de hoje, incluindo os do colarinho branco e os meliantes que controlam tráfico de drogas e assemelhados.

Fico pasmo com a condescendência das nossas autoridades atuais, EM TODOS OS NÍVEIS.

A saber: TODOS os envolvidos na Lava Jato “livrinhos da silva”. Alguns como Eduardo Cunha ainda garantem a possibilidade de se candidatarem . Geddel Vieira Lima e mais um monte de políticos e empresários corruptos.  E alguém duvida que serão eleitos? Ou alguém já esqueceu que o abominável Tiririca depois de afirmar que NUNCA MAIS se candidataria a um cargo político apareceu com a maior desfaçatez dizendo:

– Eu enganei “voxêis”… sou candidato. E o pior, foi eleito! Como Collor, Renan Calheiros, etc., etc.

Acabo de ler que, Guilherme de Pádua, aquele ator que matou Daniella Perez, filha de Glória Perez, autora de novelas de sucesso, com 18 punhaladas, foi condenado, depois de vários anos a 19 de prisão. Cumpriu apenas 7! Já está livre, leve e solto e ainda falando grosso sobre um filme que a HBO produziu sobre esse escabroso e inadmissível assassinato!

Na minha visão, esse vagabundo estaria no mínimo cumprindo prisão perpétua. Como  Mark Chapman, o assassino de John Lennon e que foi condenado à prisão perpétua. Se fosse no Brasil…

Só no Brasil, ou na Banânia, como dizia Ivan Lessa.

Tudo isso para dizer que estou muito preocupado com as próximas eleições. O clima de confronto está evidente. O Brasil não será o mesmo. E na minha opinião, ficará pior!

Nem Deus ajudará. Ele, acredito, já está com o saco cheio.

Oremos!

FRASE DE BOTECO                                                                                                                                             

O Brasil é o único país em que os ratos conseguem colocar a culpa no queijo.

MILLÔR FERNANDES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

dezoito − seis =