Xuxa quer copiar Ellen DeGeneres

Xuxa quer copiar Ellen DeGeneres

590
0
COMPARTILHAR

Continua a teimosia sabe lá de quem em querer transformar a Xuxa na cópia da Ellen DeGeneres.
Fizeram foto com Xuxa vestindo calça masculina, camisa masculina, gravata e cinto masculino.
Copiaram até o cabelo da Ellen.
Isto é uma vergonha em falta de criatividade.
Se Xuxa, com todo sucesso que teve na sua vida, é colocada pra ser cópia de alguém que o brasileiro nem conhece, então os diretores da TV Record estão ofendendo a memória e a história de Xuxa.
Se Xuxa não pode ser ela mesma, pra que contrataram?
Pra copiar Ellen e depois ser chamada de Ellen DeGeneres do Paraguai?
Isto é um desrespeito com a Xuxa e uma incompetência da área artística da TV Record.
E se por acaso isto for ideia da turma da Xuxa, que ela trouxe da TV Globo, pior ainda.
Apenas um detalhe sobre Ellen De Generis.
Ellen é homossexual assumida e tem talento de humorista.
A gente já sabe que Xuxa não tem talento de humorista.

 

JAMES 2 - MANCHETE

A MISTERIOSA VENDA DA TV MANCHETE AOS DONOS ATUAIS DA REDETV
Esta coluna pesquisou na mídia de 1999 e encontrou um fato bastante curioso.
Em 1999 o dono da TV Manchete Jacquito assinou a venda da TV Manchete para Amilcare Dallevo.
A compra e venda foram realizadas depois de exaustivas reuniões no Hotel Glória do Rio.
Dois jornais da época retratam com presteza a negociação direta entre as partes.
Ou seja, Amilcare teria sim comprado a TV Manchete e não ganho uma concessão sem ônus.
Os dois jornais da época, Folha e Diário do Grande ABC, são precisos nos dados.
O comprador Amilcare, pelo que está escrito nos jornais, estava comprando a TV Manchete com a condição de colocar as contas em ordem, tanto de fornecedores quanto de funcionários, além de se comprometer a investir 100 milhões de reais na nova emissora.
E foi este contrato entre as partes que foi autorizado pelo Ministério das Comunicações.
Curioso nisto tudo foi que Amilcare não quis usar o nome de TV Manchete, sabe lá o motivo.
Mas tinha todo direito pelo contrato assinado entre as partes.
E foi colocado o nome de RedeTV.
E a Justiça posteriormente decretou que a RedeTV não é sucessora da TV Manchete.
O escritório de advocacia que atendeu e muito bem a RedeTV, escritório que fica em Brasília, de grande nome do direito, conseguiu desqualificar o contrato inicial que geraria a obrigação da RedeTV pagar dívidas antigas da RedeTV.
A Justiça aceitou a tese defendida e hoje nenhuma ação proveniente da TV Manchete atinge mais a RedeTV.
Os detalhes desta negociação toda, em reportagens muito bem feitas na época e jamais contestadas pelos proprietários da RedeTV, podem ser acessadas pelo leitor através da web, tanto da Folha quanto do Diário do Grande ABC.

EMPRESÁRIO PAULISTA QUER DE VOLTA CANAL 9 DE TV

O empresário paulista Paulo Abreu, conhecido na área de comunicação, entrou com processo no Ministério das Comunicações em 31 de outubro de 2013 reivindicando pra ele o Canal 9 de São Paulo, antiga TV Excelsior.
O Ministério das Comunicações revela que o processo foi protocolado, mas diz que o conteúdo é sigiloso.
Esta coluna apurou que a solicitação da concessão do Canal 9 tem a ver com o fato de sua família ter sido titular da concessão durante o Regime Militar e a emissora ter sido cassada por ordem dos generais.
Paulo Abreu entende que tem direito de concessão por atitude de arbítrio do Regime Militar.
Ele tem consigo a documentação toda que prova ser ele detentor de direitos da TV Excelsior.

SEM COMENTÁRIOS

Comments are closed.